Guías de Viaje

Auyantepuy

Uma das melhores excursões que se podem fazer na Venezuela, é a ascensão ao Auyantepuy. É uma excursão extensa, difícil, pero sumamente interessante. Aqui narramos uma excursão ao tope do Auyantepuy. A única forma de subir ao Auyantepuy é por o sul, partindo da aldeia de Kavak ou da de Uruyen. O Auyantepuy é extremadamente grande. Para chegar à fonte do Salto Angel é preciso percorrer o Auyantepuy por um par de dias.

Dia 1: De Kavac ao acampamento Guayaraca

Saímos de Kavac as 10 AM, depois de haver pesado as mochilas, já que os portadores levam um máximo de 15 Kg. (ademais da sua própria carga). Eles levam toda a carga em um “guayare”, amarrado com cordas. É impressionante a capacidade que tem os pemones de levar cargas tão grandes e pesadas.

Pesando a carga
Pesando a carga

Um pemón com a carga no guayare
Um pemón com a carga no guayare


O rio Kavac

Ao poucos metros de iniciada a marcha, nos toca cruzar o primeiro rio. O mesmo rio que tanto desfrutamos o dia anterior: o Kavac.

Cruzando o rio Kavac
Cruzando o rio Kavac

Caminhando pela sabana
Caminhando pela sabana


Caminhada pela savana

Depois de 40 minutos de marcha através da Savana e, paradoxalmente afastando-nos do Auyantepuy, chegamos à outra quebrada, no meio de uma galeria de árvores. Ali aproveitamos para recarregar os potes de água, tomar fresco e revisar os pés, já que o pior que te pode ocorrer, é que se te formem chagas, que dificultariam todo o resto do trajeto.

Trás outra hora de marcha através da Savana, com a vista da montanha à nossa destra com umas lindas cascatas, chegamos ao terceiro rio, o Yuruán. ”. Para cruzar este rio de uns 15 metros de ancho, há de tirar as botas e calçar uns sapatos de água ou sandálias e andar com muito cuidado, já que pode resvalar facilmente nas rocas.

Banho no Yuruán
Banho no Yuruán

Caminhando pela savana
Caminhando pela savana

Este foi o lugar ideal para um banho e tomar fresco. A água tem temperatura muito agradável, e debaixo dela, os mosquitos chamados Puri Puri, não podem morder.

Saímos muito animados ao quarto rio, donde almoçaríamos. À destra, as faldas do Auyantepuy, de grande beleza, com suas cascatas. Finalmente chegamos ao Okoine que tivemos que cruzar da mesma forma que o rio anterior, pero com o incentivo de saber que nosso almoço estava aguardando.

O Okoine
O Okoine

A parede por diante
A parede por diante


Inicio da ascensão

Frente a nós olhávamos uma montanha que estava esperando. Depois de uma subida prolongada, se chega à parede abrupta da montanha. ¿Como posso subir? Bom, já vai ver. Tentamos estimar a altura que devíamos escalar. ¿Quanto será? ¿300 metros? ¿400? Ao final foi uma subida de 420 metros. O rio está numa altura de 520 metros e a beira do cume a 940 metros sobre o nível do mar.

A subida é forte. Pero a cada vez que dava uma olhada pra trás, um se via recompensado com uma vista espetacular. À esquerda as montanhas, a destra uma selva e no centro a verde savana com os rios que já havíamos cruzado. Os rios se identificam facilmente por a línea das árvores que lhes cercam

Vista ao vale
Vista ao vale

Entre rocas e raízes
Entre rocas e raízes

Finalmente, chegamos à parede da montanha e começamos subir por um lado, com apoio e ajuda das raízes das árvores e as rocas. ¡Por fim, o cume! Sentamos nas rocas, na beira do precipício contemplando a paisagem espetacular e olhando na parte de abaixo as últimas pessoas do nosso grupo. Este foi o lugar ideal para uma sessão de fotos. Todo o mundo queria uma foto para poder mostrar com orgulho no seu “Messenger”

Contemplando a vista
Contemplando a vista

Os pemones descansando
Os pemones descansando


Chegando ao acampamento Guayaraca

Já estávamos arriba de este primeiro “degrau” na ascensão ao Auyantepuy e só nos separavam dois quilômetros do acampamento Guayaraca. O caminho é formoso. Umas partes em bosques, outras em savana, com bromélias e flores. Freqüentemente o caminho foi sobre rocas. Finalmente, chegamos ao acampamento. Depois de cruzar um pequeno rio, chegamos à churuata donde já os primeiros portadores haviam chegado (¿Como fazem pra ir tão rápido?) e estavam montando um fogão.

Churuata no acampamento Guayaraca
Churuata no acampamento Guayaraca

A corta distância, um pequeno rio, donde tomamos fresco, falando sobre o agradável que havia sido a jornada. Depois de um excelente jantar, caímos extenuados em um reparador sonho. Estávamos a 1.020 metros de altura e havíamos caminhado 16 km.

Os invitamos a prosseguir nossa excursão. Já estamos no primeiro dos 3 “degraus”. No segundo dia chegamos ao “Peñón”, uma roca imensa ao pé do cume. No terceiro dia, vemos coroados nossos esforços chegando ao cume Clique aqui para continuar.

Traducción realizada por Pedro Isea Herrera

Ver además

Parques do Caracas - Um dos parques mais populares de Caracas é o Parque do Leste. Desde antes do amanhecer, os esportistas lotam suas trilhas. Com uma linda vista de Ávila e com lagoas artificiais, onde se pode remar, é o lugar ideal para um descanso bem relaxante. Também te

Akopan Tepuy - Un tepuy poco conocido en un lugar virgen y exótico en el Parque Nacional Canaima, macizo de Chimantá

Cerro Autana - El tepui Cerro Autana fue declarado monumento natural en 1978. Es una montaña sagrada para los Piaroas. Es uno de los tepuyes del sur de Venezuela, con aproximadamente 1.300 metros de altura.

Kavac - Quién quiere visitar la magnífica Gran Sabana pero no desea hacer la gira en automóvil, este viaje es la opción ideal. Además de contemplar fantásticos tepuyes y espaciosas sabanas, el viajero disfruta de un paseo en bote al salto Kamadac

O Roraima - No meio da região conhecida como a “Gran Sabana”, se encontra o tepuy mais alto de todos: O Roraima

Uruyen - Na Gran Sabana, ao Sul do Auytantepuy, se encontra o acampamento Uruyen, um dos pontos possíveis da partida, junto com Kavack, para a ascensão ao Auyantepuy...



Espacio Publicitario

 


Fin Espacio Publicitario

Espacio Publicitario

Historia y Personajes
Arturo Michelena
Uno de los más importantes pintores venezolanos del siglo XIX. Nació en el seno de una familia vinculada al arte, lo cual influyó de manera definitiva en su vocación por la pintura. En este sentido, su padre el pintor Juan Antonio Michelena, fue su princi
Cocina
Pavo relleno para Navidad
Si bien la costumbre de preparar pavo para las fechas festivas no es típica venezolana, en nuestro país nos hemos acostumbrado desde hace mucho tiempo a preparar el pavo relleno bien para las fiestas de Navidad o las de año nuevo.
Geografía y Naturaleza
Estado Aragua
El estado Aragua se encuentra situado en la región centro- norte de Venezuela, siendo sus límites el mar Caribe por el norte; el estado Guárico por el sur; los estados Vargas, Miranda y Guárico por el este y Carabobo y Guárico por el oeste. Su nombre, es
Cultura
Niño que nace barrigón, ni que lo fajen de chiquito
Niño que nace barrigón, ni que lo fajen de chiquito refleja la imposibilidad de cambiar de una persona


McAfee Los sitios Secure le ayudan a prevenir robos de identidad, fraudes a través de tarjetas de crédito, software espía, correo no deseado, virus y otras estafas en línea

Terms of use
© venezuelatuya.com S.A. 1997-2017. Todos os direitos reservados. RIF J-30713331-7
Powered by Globalwebtek.com